domingo, 24 de novembro de 2019

Médico explica os benefícios do jejum intermitente no emagrecimento e para a saúde

author photo
         
Imagem ilustrativa
A
busca pelo corpo perfeito leva grande parte da população a buscar métodos que sejam cada vez mais eficazes. Dietas, suplementação, muitas são as práticas adotadas por aquelas pessoas que almejam a perda de peso. O jejum intermitente, um desses métodos de emagrecimento, que visa intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação, tem por principal objetivo fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura e com isso haja uma perda de massa gorda.

Uma análise de vários estudos sobre o método, publicada pela Annual Review of Nutrition de 2017, descobriu que 11 de 16 experimentos resultaram em perda de peso. 

O médico endocrinologista Renato Andrade, membro da Sociedade Americana de Endocrinologia, explicou os benefícios da prática do jejum intermitente. “Durante esse período em que a pessoa fica sem se alimentar, o corpo começa queimar os estoques de gordura e isso leva a uma perda de peso. Esse é o principal benefício, o que as pessoas mais buscam ao fazer o jejum”, apontou.

O médico ainda ressaltou que a perda de peso, em razão desse método, é um benefício amplo, que não trata somente dos benefícios estéticos, mas também de um conjunto total da saúde, englobando todas as doenças associadas ao sobrepeso e/ou obesidade.

“Nesse sentido podemos citar como benefício da perda de peso a redução da pressão arterial e a prevenção da diabetes. Estudos já mostraram que o jejum intermitente ajuda na regulação dos níveis de açúcar no sangue. “Explicou Dr. Renato.
 
Recomendações e como deve ser feito

As indicações de tempo do jejum variam de acordo com as necessidades específicas de cada paciente. É necessário e importante ressaltar que a escolha da melhor forma de seguir um jejum intermitente deve ser orientada por um especialista. 

“O protocolo não exige uma determinada dieta alimentar, porém é recomendado associar o jejum a uma alimentação saudável e balanceada, além de ser necessária a prática de atividades físicas para potencializar os seus efeitos”. Concluiu Andrade.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Proxima Proxima
Anterior Anterior