quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Cirurgia plástica: Lipo HD deixa aspecto mais natural e até corpos mais atléticos

author photo
 
Imagem ilustrativa

As novas tecnologias utilizadas em procedimentos estéticos continuam em evolução dentro de um mercado que não para de crescer. A Lipo HD, técnica de lipoaspiração realizada a partir de novos conceitos técnicos e tecnológicos, traz novas perspectivas ao pacientes, proporcionando chegar a resultados que antes não eram imaginados.
No ano passado foram realizadas 1,7 milhão de operações no país, sendo 60% para fins estéticos, estima o censo bianual da Sociedade de Cirurgia Plástica (SBCP), principal entidade do setor. A lipoaspiração é uma das cirurgias mais realizadas, ficando atrás somente do aumento de mama.
Segundo o cirurgião plástico Dr. Walter Lukesic, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a Lipo HD é a evolução da lipoaspiração. “O médico que criou essa técnica, o cirurgião plástico colombiano Alfredo Hoyos, percebeu que você aspirando de acordo com a anatomia, de acordo com a musculatura, deixando a área de concavidade e convexidade, daria  um aspecto mais natural em alguns casos mais atléticos, em casos até mais definidos”, ressaltou o médico, ao explicar o conceito de Lipo HD.
De acordo com o Dr. Walter, a recomendação para esse tipo de procedimento estético pode se aplicar a qualquer tipo de pessoa, desde que apresentem um peso ideal e que sofram de lipodistrofia, a temida gordura localizada. A Lipo HD, por promover através da tecnologia uma técnica mais avançada, também permite sua aplicação em locais mais delicados, como o pescoço, braço e região interna da coxa.
O resultado final da Lipo HD, passa por um processo que depende necessariamente das características fisiológicas que o paciente carrega, como o tipo de pele, a musculatura e também o pós-operatório, fatores que indicam o resultado final, que podem ser apresentados entre alta, média ou baixa definição.
No entanto, o conceito dessa nova técnica independente do grau de definição que o paciente possa ter, é no sentido de promover uma aspiração mais anatômica, analisando músculo por músculo, deixando relevos nos devidos lugares, explicou Lukesic.
As cirurgia de lipoaspiração normalmente permite que paciente voltem as suas atividades normais no prazo de cinco a sete dias, tendo como perspectiva de resultados finais uma estimativa de até oito meses, fator que depende diretamente da capacidade de cicatrização e cuidados de cada paciente pós cirurgia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Proxima Postagen
Anterior Anterior