quarta-feira, 27 de junho de 2018

Dor nas costas, você está tratando de forma adequada?

author photo
Imagem ilustrativa


A dor nas costas é um problema que atinge 80% da população global, e é a maior causa de afastamento do trabalho no Brasil e no mundo todo. Nos países desenvolvidos o período de afastamento do trabalho é mais curto e a reabilitação é realizada pela maioria dos pacientes. Já nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento os períodos de afastamento são mais longos e podem evoluir para um número maior de aposentadorias, além disso a maioria dos pacientes não cumprem o tratamento adequado.
A dor nas costas, pode ter diferentes causas, como problemas estruturais, defeitos congênitos e fatores hereditários. Outros fatores devem ser investigados como as doenças reumáticas, tumores, fraturas, sobrecargas, questões posturais, falta de exercícios ou exercícios realizados de maneira inadequada.
O mais importante para o tratamento é um diagnóstico adequado, com necessária avaliação clínica, exames de imagem como radiografia, tomografia e ressonância magnética. Outros exames laboratoriais podem ser necessários para se diagnosticar possíveis doenças reumáticas ou metabólicas.
Feito o diagnóstico correto, é instituído o tratamento que pode envolver medicamentos e tratamentos de reabilitação, como fisioterapia, exercícios posturais, aparelhos de analgesia, acupuntura, métodos conservadores ou nos casos estruturais, que equivalem a menos de 10%, indica-se o procedimento cirúrgico de acordo com cada caso específico.
Portanto, considerando que 90% dos casos são dores não estruturais, faz-se necessária uma abordagem multidisciplinar, pois as causas são multifatoriais. É fundamental tratar as condições de trabalho com os aparatos de segurança e ergonomia, oferecendo orientações sobre os hábitos de vida, atividades físicas e diminuindo fatores de risco como obesidade, tabagismo, condições de moradia e transporte.
Então o tratamento adequado não se resume em tirar a dor com remédio, mais principalmente na correção das causas que desencadeiam as dores nas costas e na modificação para um estilo de vida mais saudável com adequação das atividades diárias, evitando recidivas e as múltiplas crises em decorrência da falta de cuidados diários.

Consulte um especialista e siga as orientações profissionais.



Colaboração: Dr. Paulo Cavali – Ortopedista | Doutor TV em Revista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Proxima Proxima
Anterior Anterior