sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Tratamentos estéticos injetáveis e combinação de procedimentos para renovação facial

author photo

Nessa postagem vamos falar dos principais procedimentos e produtos utilizados para amenizar as marcas do tempo e promover o rejuvenescimento facial.
  
Toxina botulínica
  
A toxina botulínica vem conquistando cada vez mais adeptos, a aplicação está entre os procedimentos estéticos mais procurados hoje em dia. A substância é capaz de reduzir as rugas ao redor dos olhos e na região da testa, local em que se nota com facilidade as marcas de expressão, consequência da preocupação diária, nervosismo e cansaço.
  
É um procedimento rápido que não requer preparo ou repouso. A aplicação deve ser realizado por um médico dermatologista ou cirurgião plástico, no próprio consultório, não necessitando de centro cirúrgico. Pessoas mais sensíveis podem usar anestésico tópico ou apenas gelo para amenizar o incomodo da agulha. O resultado já pode ser visto na primeira semana e o efeito da técnica tem duração em média de 4 a 6 meses.
  
A combinação com outros procedimentos como preenchimento, laser, peeling e microagulhamento, é indicada em alguns casos para potencializar ainda mais o resultado estético e a durabilidade da técnica.
  
Além dos benefícios citados, a toxina botulínica também é uma alternativa para outros tratamentos como sorriso gengival, bruxismo, assimetria do rosto, hiperhidrose (suor intenso) das axilas, mãos, pés e cabeça.


Preenchimento
  
O preenchimento facial mais usado atualmente é o ácido hialurônico, que se diferencia da toxina botulínica por repor substâncias naturais que nossa pele deixa de produzir no decorrer dos anos. O objetivo do procedimento é preencher as rugas e sulcos de forma natural e até mesmo volumização em algumas regiões da face. Pode ser aplicado no suco nasolabial, famoso “bigode chinês”, contorno do rosto, região das olheiras, queixo, maxilar, nariz, e lábios. A técnica pode ser feita com anestesia local e os resultados são vistos ao fim da aplicação. Os efeitos colaterais locais são de inchaço, vermelhidão ou hematoma que regridem após poucos dias. O resultado dura em média 12 meses e novas aplicações podem serem realizadas após esse período.
  
A ocorrência de alergia e rejeição a toxina botulínica e ácido hialurônico são raras. No entanto, é imprescindível ao paciente ficar atento a escolha do profissional e a qualidade dos produtos utilizados nos procedimentos.

  
Colaboração: Dra. Mariana Luchin – Dermatologista | Doutor TV em Revista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Proxima Proxima
Anterior Anterior