sábado, 17 de fevereiro de 2018

Lifestyle: Vale a pena adotar um estilo de vida saudável?

author photo
Imagem ilustrativa
Muitos pacientes no consultório me questionam sobre os reais benefícios de uma vida saudável. Alguns falam: “meu avô morreu aos 90 anos, comia de tudo, bebia muito e fumava, porque então vou deixar de fazer isso? ”, outros dizem que preferem levar a vida da forma como querem, mesmo que isso abrevie seus dias. Mas será que este raciocínio é pertinente? Vamos discorrer um pouco a respeito.


Podemos dizer que uma vida saudável é uma vida com qualidade e sentido. Adotar esse estilo de vida, reconhecidamente traz benefícios à saúde presente, pois aumenta a resposta do corpo a certas doenças, melhora a autoestima e o ânimo para as atividades do dia a dia, assim como apresenta muitos benefícios para a saúde futura, prevenindo diversas doenças como as cardiovasculares, osteomusculares, endocrinológicas, metabólicas, psiquiátricas, etc. Isso não significa que quem busca ter um estilo de vida saudável não terá doença alguma, mas em comparação a indivíduos com um estilo de vida não saudável, notadamente tem uma incidência menor de doenças de forma geral e uma resposta melhor àquelas que lhes acometem. Diversos estudos científicos internacionais demonstram isso de forma ampla e confiável há muitas décadas, nos afirmando que a mudança de estilo de vida pode nos trazer vantagens enormes. É claro que no início não é fácil! Deixar para trás hábitos antigos, sair da inércia e da zona de conforto exige uma decisão pessoal firme e uma persistência muito grande. Embora depois de algum tempo, você não saberá mais viver se não for assim e desfrutará de tudo que esse modo de vida pode proporcionar.


Mas quais seriam esses hábitos de vida saudáveis? Na verdade, estes se resumem ao cuidado consigo mesmo, com a sua saúde e o seu bem estar, que se traduzem principalmente em comer alimentos saudáveis, prática regular de atividade física, controle do peso, cessação do tabagismo, consumo moderado de bebidas alcoólicas, fé e gerenciamento do estresse.


Muitos dizem que não conseguem adotar esses hábitos por não terem tempo, mas se esquecem que tempo todos nós temos o mesmo, só precisamos definir o que é ou não prioridade. Portanto, gerencie melhor seu tempo, coloque isso como prioridade, pare de arrumar desculpas e veja como sua vida vai mudar!


Colaboração: Dr. Diego Garcia - Cardiologista | Doutor TV em Revista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Proxima Proxima
Anterior Anterior